O passaporte dos EAU é o mais poderoso do mundo

ABU DHABI, 1 de dezembro de 2018 (WAM) - Em uma nova conquista histórica, o passaporte dos Emirados Árabes Unidos tornou-se o mais poderoso do mundo, ocupando O primeiro lugar.

A conquista excepcional em 1º de dezembro de 2018 coincide com o "Ano de Zayed" e o 47º Dia Nacional do país, e é adicionado às inúmeras realizações do país em vários domínios.

Os Emirados Árabes Unidos, sob a liderança do Presidente Sua Alteza Xeque Khalifa bin Zayed Al Nahyan, superou todas as expectativas depois de realizar essa conquista.

Este sucesso foi alcançado pelo Ministério das Relações Exteriores e Cooperação Internacional sob a liderança do Xeque Abdullah bin Zayed Al Nahyan, Ministro de Relações Exteriores e Cooperação Internacional.

Em suas observações na ocasião, o xeque Abdullah disse: "Esta conquista é um reflexo verdadeiro do legado de Xeque Zayed, o pai fundador dos Emirados Árabes Unidos, refletindo a posição forte do país no cenário global ".

O passaporte dos Emirados Árabes Unidos foi classificado em primeiro lugar pelo Índice Passport, uma ferramenta on-line interativa que fornece aos usuários informações sobre passaportes com a capacidade de comparar e classificar os passaportes do mundo. A classificação é baseada na liberdade de movimento e na isenção de visto para portadores de passaporte.

Ter o passaporte dos EAU, é mais de meio caminho andado para viajar até onde quiser. Literalmente. O documento permite entrar em 167 países sem a necessidade de pedir um visto, o que representa 84% do número de países listados no índice.

O passaporte dos Emirados Árabes Unidos estava na 27ª lugar em dezembro de 2016 e agora alcançou o primeiro lugar globalmente em dezembro de 2018.

Essa conquista reflete a face civilizada, o respeito e a valorização do município nos níveis regional e internacional. É apoiado por uma sábia política e liderança que tem trabalhado arduamente para construir a imagem brilhante do país no exterior para torná-lo um centro de sabedoria, moderação, coexistência e paz.

O Ministério das Relações Exteriores e Cooperação Internacional lançou a Iniciativa Força Passaporte dos Emirados Árabes Unidos para colocar o passaporte dos Emirados na lista dos cinco passaportes mais poderosos do mundo até 2021, no entanto, o país alcançou essa meta três anos antes do prazo.

A força do passaporte não representa apenas a identidade do cidadão, mas também um fator importante que afeta seu acesso a oportunidades globais, facilidade de movimento e qualidade de vida.O Índice de Passaporte emitido pela Arton Capital, classifica os passaportes dos países com base no número de países em que um portador de passaporte pode entrar sem obter um visto ou obtê-lo no momento da entrada.

O índice é uma referência global para classificar os passaportes internacionais e reflete a visão do mundo sobre o poder e o impacto do passaporte.

Armand Arton, fundador e presidente da Arton Capital, disse que o índice Passport é a classificação mais proeminente da força do passaporte por meio de uma plataforma interativa que monitora continuamente as mudanças e os desenvolvimentos, acrescentando que se tornou a principal referência do mundo para os governos.

"Nós comparamos continuamente os passaportes de 193 países e 6 regiões de membros da ONU e trabalhamos para coletar dados direta e continuamente, tudo através de informações publicamente disponíveis, fontes do governo e organismos internacionais.

Determinamos a força do passaporte com base na capacidade do país." cidadãos de um país a viajar para outro país sem a necessidade de visto com antecedência e obtenção de visto de acesso a partir do aeroporto ", disse Arton.

Ele acrescentou que o passaporte dos Emirados tem desfrutado de um progresso sem precedentes globalmente nos últimos anos, refletindo a estatura internacional do país. "Parabenizamos os Emirados Árabes Unidos por essa grande conquista e temos o prazer de trabalhar com o Ministério das Relações Exteriores e Cooperação Internacional desde o lançamento da Iniciativa Força Passaporte dos EAU", disse ele.

Através desta conquista, a liberdade de movimento para muitos países do mundo é adicionada à lista de prioridades que os EAU oferecem aos seus cidadãos.Os impactos positivos para a facilidade de viajar não só estão permitindo que os cidadãos dos EAU viajem livremente para o turismo, mas também tenham benefícios econômicos, de desenvolvimento e até humanitários, facilitando o comércio e o investimento econômico para indivíduos e instituições.

Em consonância com uma visão abrangente do desenvolvimento do país e da sociedade, os EAU têm uma agenda futura que engloba a inovação, fortalecendo a comunidade e incentivando a cooperação e participação internacional. Estes princípios têm sido parte integrante dos EAU desde a sua criação em 1971.

Traduzido por: Mohamed Eid Khedr

http://wam.ae/en/details/1395302724683

WAM/Portuguese