• ط­ظ…ط¯ط§ظ† ط¨ظ† ط²ط§ظٹط¯ ظٹظˆط¬ظ‡ ط¨طھظ†ظپظٹط° ط¨ط±ظ†ط§ظ…ط¬ ط§ظ„ظ…ط³ط§ط¹ط¯ط§طھ ط§ظ„ط´طھظˆظٹط© ظ„ظ„ط§ط¬ط¦ظٹظ† ط§ظ„ط³ظˆط±ظٹظٹظ† ظپظٹ 5 ط¯ظˆظ„ ط¨ظ‚ظٹظ…ط© 15 ظ…ظ„ظٹظˆظ† ط¯ط±ظ‡ظ…. /Medium/ 7
  • ط­ظ…ط¯ط§ظ† ط¨ظ† ط²ط§ظٹط¯ ظٹظˆط¬ظ‡ ط¨طھظ†ظپظٹط° ط¨ط±ظ†ط§ظ…ط¬ ط§ظ„ظ…ط³ط§ط¹ط¯ط§طھ ط§ظ„ط´طھظˆظٹط© ظ„ظ„ط§ط¬ط¦ظٹظ† ط§ظ„ط³ظˆط±ظٹظٹظ† ظپظٹ 5 ط¯ظˆظ„ ط¨ظ‚ظٹظ…ط© 15 ظ…ظ„ظٹظˆظ† ط¯ط±ظ‡ظ…. /Medium/ 6
  • ط­ظ…ط¯ط§ظ† ط¨ظ† ط²ط§ظٹط¯ ظٹظˆط¬ظ‡ ط¨طھظ†ظپظٹط° ط¨ط±ظ†ط§ظ…ط¬ ط§ظ„ظ…ط³ط§ط¹ط¯ط§طھ ط§ظ„ط´طھظˆظٹط© ظ„ظ„ط§ط¬ط¦ظٹظ† ط§ظ„ط³ظˆط±ظٹظٹظ† ظپظٹ 5 ط¯ظˆظ„ ط¨ظ‚ظٹظ…ط© 15 ظ…ظ„ظٹظˆظ† ط¯ط±ظ‡ظ…. /Medium/ 8
  • ط­ظ…ط¯ط§ظ† ط¨ظ† ط²ط§ظٹط¯ ظٹظˆط¬ظ‡ ط¨طھظ†ظپظٹط° ط¨ط±ظ†ط§ظ…ط¬ ط§ظ„ظ…ط³ط§ط¹ط¯ط§طھ ط§ظ„ط´طھظˆظٹط© ظ„ظ„ط§ط¬ط¦ظٹظ† ط§ظ„ط³ظˆط±ظٹظٹظ† ظپظٹ 5 ط¯ظˆظ„ ط¨ظ‚ظٹظ…ط© 15 ظ…ظ„ظٹظˆظ† ط¯ط±ظ‡ظ…. /Medium/ 2
  • ط­ظ…ط¯ط§ظ† ط¨ظ† ط²ط§ظٹط¯ ظٹظˆط¬ظ‡ ط¨طھظ†ظپظٹط° ط¨ط±ظ†ط§ظ…ط¬ ط§ظ„ظ…ط³ط§ط¹ط¯ط§طھ ط§ظ„ط´طھظˆظٹط© ظ„ظ„ط§ط¬ط¦ظٹظ† ط§ظ„ط³ظˆط±ظٹظٹظ† ظپظٹ 5 ط¯ظˆظ„ ط¨ظ‚ظٹظ…ط© 15 ظ…ظ„ظٹظˆظ† ط¯ط±ظ‡ظ…. /Medium/ 1
  • ط­ظ…ط¯ط§ظ† ط¨ظ† ط²ط§ظٹط¯ ظٹظˆط¬ظ‡ ط¨طھظ†ظپظٹط° ط¨ط±ظ†ط§ظ…ط¬ ط§ظ„ظ…ط³ط§ط¹ط¯ط§طھ ط§ظ„ط´طھظˆظٹط© ظ„ظ„ط§ط¬ط¦ظٹظ† ط§ظ„ط³ظˆط±ظٹظٹظ† ظپظٹ 5 ط¯ظˆظ„ ط¨ظ‚ظٹظ…ط© 15 ظ…ظ„ظٹظˆظ† ط¯ط±ظ‡ظ…. /Medium/ 3
  • ط­ظ…ط¯ط§ظ† ط¨ظ† ط²ط§ظٹط¯ ظٹظˆط¬ظ‡ ط¨طھظ†ظپظٹط° ط¨ط±ظ†ط§ظ…ط¬ ط§ظ„ظ…ط³ط§ط¹ط¯ط§طھ ط§ظ„ط´طھظˆظٹط© ظ„ظ„ط§ط¬ط¦ظٹظ† ط§ظ„ط³ظˆط±ظٹظٹظ† ظپظٹ 5 ط¯ظˆظ„ ط¨ظ‚ظٹظ…ط© 15 ظ…ظ„ظٹظˆظ† ط¯ط±ظ‡ظ…. /Medium/ 5
  • ط­ظ…ط¯ط§ظ† ط¨ظ† ط²ط§ظٹط¯ ظٹظˆط¬ظ‡ ط¨طھظ†ظپظٹط° ط¨ط±ظ†ط§ظ…ط¬ ط§ظ„ظ…ط³ط§ط¹ط¯ط§طھ ط§ظ„ط´طھظˆظٹط© ظ„ظ„ط§ط¬ط¦ظٹظ† ط§ظ„ط³ظˆط±ظٹظٹظ† ظپظٹ 5 ط¯ظˆظ„ ط¨ظ‚ظٹظ…ط© 15 ظ…ظ„ظٹظˆظ† ط¯ط±ظ‡ظ…. /Medium/ 4

Hamdan bin Zayed ordena o lançamento do programa de ajuda de inverno para os refugiados sírios em cinco países, custando AED15 milhões

ABU DHABI, 3 de janeiro de 2019 (WAM) - S.A. O Xeque Hamdan bin Zayed Al Nahyan, Representante da Régua na região de Al Dhafra e Presidente do Crescente Vermelho dos Emirados Árabes, ordenou o lançamento de um programa de ajuda de inverno para os refugiados sírios na Jordânia , Líbano, Iraque, Grécia, Egito e outros países, custando AED15 milhões, que beneficiarão um milhão de refugiados.

O Xeque Hamdan também dirigiu a participação dos voluntários da ERC de várias especializações médicas, ambulatórias, de assistência e de logística na implementação do programa.

O Xeque Hamdan declarou que os EAU estão priorizando os refugiados sírios, conforme as diretrizes do Presidente Sua Alteza Xeque Khalifa bin Zayed Al Nahyan, e o apoio do Vice-presidente, primeiro-ministro e governador de Dubai, Sua Alteza Xeque Mohammed bin Rashid Al Maktoum, e o monitoramento de Sua Alteza Xeque Mohamed bin Zayed Al Nahyan, príncipe herdeiro de Abu Dhabi e vice-comandante supremo das Forças Armadas dos Emirados Árabes Unidos.

Ele acrescentou que as iniciativas dos Emirados Árabes Unidos apóiam os esforços internacionais para aliviar o sofrimento dos refugiados e melhorar suas condições humanitárias.

O programa faz parte das iniciativas dos Emirados Árabes Unidos e sua liderança para ajudar os refugiados desde o início da crise síria e continua os esforços relevantes do CEI, que incluem a distribuição de quantidades consideráveis ​​de alimentos e pacotes de saúde, roupas de inverno, equipamentos de aquecimento, cobertores, suprimentos e materiais de abrigo.

O Dr. Mohammed Ateeq Al Falahi, Secretário-Geral do CEI, declarou que o programa, que está sendo implementado de acordo com as diretrizes e o monitoramento do Xeque Hamdan, visa suprir as necessidades dos refugiados e ajudá-los com baixas temperaturas e clima instável. condições durante o inverno.

Ele acrescentou que alimentos nutritivos protegem os refugiados dos efeitos do inverno, por isso o ERC priorizou o fornecimento de alimentos saudáveis, enquanto observa que o programa multi-estágio continuará até o final do inverno, para atender às necessidades dos refugiados nos países-alvo.

O Dr. Al Falahi afirmou que a estratégia do ERC para apoiar os refugiados sírios depende da avaliação de suas condições atuais e de seu movimento para os países vizinhos, ao mesmo tempo em que destaca que suas necessidades e necessidades diferem durante cada etapa de sua jornada.

O ERC visa aumentar o número de beneficiários de sua ajuda de inverno, que estão sendo distribuídos aos refugiados sírios nos campos dos Emirados e Jordânia, Mrajeeb Al Fhood e Zaatari, Irbid e Al Mafraq, bem como outros abrigos. Também está ajudando refugiados fora dos campos, espalhados pelas províncias e cidades da Jordânia.

Cerca de 135 mil pessoas foram beneficiadas pelo programa na Jordânia, com um custo de AED4,84 milhões.

No Líbano, 54 mil pessoas beneficiaram da ajuda de inverno em áreas montanhosas, a um custo de AED2.21 milhões.

Trad. por Nadia Allim http://wam.ae/en/details/1395302730387

WAM/Portuguese