A coleção de obras de arte do Louvre Abu Dhabi foi revelada antes do Papa Francisco e do Grande Imã da mesquita do Al-azhar


ABU DHABI, 5 de fevereiro de 2019 (WAM) - Uma coleção de obras de arte celebrando diferentes culturas de todo o mundo foi revelado pelo Louvre Abu Dhabi na frente Sua Santidade o Papa Francis, líder da Igreja Católica, e Dr. Ahmad Tayeb, Grande Imã da mesquita do Al-azhar Al Sharif, na presença de Sua Alteza Xeque Mohamed Bin Zayed Al Nahyan, Príncipe Herdeiro de Abu Dhabi e Vice-Comandante Supremo das Forças Armadas dos Emirados Árabes Unidos.

A cerimónia de inauguração contou também com a presença do Sr. Xeque Abdullah Bin Zayed Al Nahyan, Ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação Internacional, e Zaki Nusseibeh, Ministro de Estado.

Papa Francis e Dr. Ahmad el-Tayeb foram informados sobre a obra de arte de Mohamed Khalifa Al Mubarak, presidente do Departamento de Cultura e Turismo - Abu Dhabi. A coleção é considerada uma das mais valiosas encontradas no museu e inclui peças sagradas que pertencem a diferentes religiões que abrangem a história da humanidade.

As peças incluem uma pintura medieval representando Jesus Cristo mostrando suas feridas (1515 - 20 dC); uma coleção de livros sagrados, incluindo uma cópia do Alcorão Sagrado, que remonta ao período mameluco (1250 - 1300 dC), outro da Torah (1498 dC), um evangelho gótico (1250-1280 dC), e quatro páginas do raro 'Blue Quran' (800 - 1000 AD) emprestado da coleção do Museu Nacional Zayed.

Os líderes religiosos também foram informados sobre o conteúdo da Galeria de Religiões Universais do museu, que apresenta arte de diferentes crenças exibidas ao lado umas das outras.

Os artefatos estarão abertos para visualização pública na próxima terça-feira, 12 de fevereiro.

Traduzido por: Mohamed Eid Khedr.

http://wam.ae/en/details/1395302737292

WAM/Portuguese