Op-Ed: As Olimpíadas Especiais em Abu Dhabi reforçam a cultura de inclusão do país

por Mohammed Jalal Al Rayssi, Diretor Executivo da Agência de Notícias dos Emirados, WAM ABU DHABI, 11 de março de 2019 (WAM) - As cenas gloriosas que foram testemunhadas durante a recepção da Chama da Esperança dos Jogos Olímpicos Especiais de Abu Dhabi 2019, no Memorial do Fundador, bem como a participação de Sua Alteza xeque Mohammed bin Rashid Al Maktoum, Vice-Presidente, Primeiro Ministro e O governante de Dubai e Sua Alteza o xeque Mohamed bin Zayed Al Nahyan, príncipe herdeiro de Abu Dhabi e vice-comandante supremo das Forças Armadas dos Emirados Árabes Unidos, no Retiro do Povo de Determinação e a assinatura de seu documento, lembram a reunião de a diretoria da Autoridade Internacional das Olimpíadas Especiais, realizada em 16 de novembro de 2016.

Durante a reunião, pela primeira vez em sua história, a diretoria votou por unanimidade para tornar Abu Dhabi a anfitriã da edição de 2019 dos Jogos Mundiais das Olimpíadas Especiais, confirmando que ela tem todos os requisitos para sediar o evento em termos de infraestrutura, esportes. instalações, alojamento, transporte e pessoal qualificado. Mais notavelmente, os Emirados Árabes Unidos são agora um destino ideal para sediar esses eventos, pois representa os valores de comunicação, aceitação, abertura e inclusão.

A realização do evento pelos Emirados Árabes Unidos será apoiada pelo sucesso em sediar a Copa Asiática, a Copa do Mundo da Juventude, o Grande Prêmio de Fórmula 1, o Campeonato de Profissionais de Jiu Jitsu de Abu Dhabi, o Mubadala Tennis Championship e a Excursão Internacional de Ciclismo de Abu Dhabi. bem como por sua reputação como um dos principais destinos para a realização de eventos internacionais.

Abu Dhabi 2019 testemunhará inovação e impulso significativos, especialmente porque acontecerá sob o patrocínio de Sua Alteza xeque Mohamed bin Zayed. O sucesso do evento deve ser estudado e reforçado com uma abordagem inovadora, auxiliada pela colaboração e cooperação entre todos os setores nacionais relevantes. As Olimpíadas Especiais fazem parte da visão e estratégia de desenvolvimento futuro do país, que reflete seus esforços de alto nível de funcionários, comunidades e voluntários com profissionalismo.

Isso é apresentado pelos participantes da Marcha da Chama da Esperança, incluindo atletas da Special Olympics que percorreram os sete emirados do país durante uma jornada de cultura e turismo, passando por cerca de 100 marcos importantes, com a participação de cidadãos e residentes do país.

A Companhia Nacional de Petróleo de Abu Dhabi, ADNOC, cooperou com o Ministério do Interior no recebimento da Chama da Esperança e organizou eventos associados, ocorrendo de 4 a 17 de março.

As mensagens divulgadas pelos meios de comunicação árabes e internacionais sobre a Chama da Esperança foram marcantes, destacando os objetivos das Olímpicos Especiais relacionados ao empoderamento das pessoas de determinação e integrando-as à comunidade através do esporte, em linha com os objetivos da ADNOC de unir e continuar. seu compromisso de alcançar o desenvolvimento social e apoiar os esforços do país para construir uma comunidade que inclua todos.

Não é de surpreender que mais de 3.500 funcionários da ADNOC tenham participado no transporte da Chama da Esperança. Outros 20.000 voluntários, dos quais 65% eram cidadãos dos EAU, participaram da mobilização e treinamento de funcionários de instituições nacionais que seguem o legado do falecido xeque Zayed bin Sultan Al Nahyan de fortalecer a cultura do voluntariado e torná-la parte da cultura nacional, o que se reflete nos esforços caridosos, humanitários e culturais dos Emirados Árabes Unidos para elevar as pessoas de determinação às mais altas cúpulas, através de suas esperanças, grandes ambições e vontades, como afirma Sua Alteza Xeque Mohammed bin Rashid.

Abu Dhabi 2019 não é apenas um evento esportivo, é também uma mensagem humanitária enviada pelos EAU para o mundo todo sobre o papel fundamental das pessoas de determinação em suas comunidades, confirmando a capacidade dos EAU de empregar parcerias locais e internacionais para organizar evento que reflete sua estatura internacional e seu papel global como a incubadora de tolerância e moderação.

As Olimpíadas Especiais são uma motivação para exercer maiores esforços para integrar pessoas de determinação na comunidade, na região e no mundo inteiro, como disse Sua Alteza o Xeque Mohamed bin Zayed.

Traduzido por: Mohamed Eid Khedr.

http://wam.ae/en/details/1395302746427

WAM/Portuguese