Esforços dos Emirados Árabes Unidos continuam a conter epidemia de cólera no Iêmen


ADEN, 09 de agosto de 2019 (WAM) - Os Emirados Árabes Unidos continuaram seus esforços para conter a propagação da cólera no Iêmen.

O Crescente Vermelho dos Emirados, ERC, forneceu suprimentos médicos e médicos para hospitais, centros de saúde e clínicas, bem como realizou campanhas de conscientização sobre saúde.

Os esforços de ajuda foram realizados na região do Mar Vermelho, no Iêmen, bem como nas províncias de Taiz e Hodeidah. A autoridade de ajuda dos EAU também distribuiu água potável a civis iemenitas.

O Ministério da Saúde Pública e População do Iêmen registrou 19.459 casos suspeitos de cólera, com 11 mortes associadas entre 15 e 21 de julho de 2019.

Um representante da autoridade de ajuda dos Emirados Árabes Unidos disse que os medicamentos, fluidos intravenosos, antibióticos e outros suprimentos médicos necessários foram distribuídos em várias unidades de saúde.

O Dr. Rabash Ahmed Saleh, Diretor do Escritório de Saúde e População da Diretoria de Al Waziya, disse que o ERC instala instalações de saúde com medicamentos e suprimentos médicos, contribuindo para salvar vidas. Ele explicou que, em 16 dias, a autoridade de ajuda dos Emirados Árabes Unidos realizou uma abordagem em três etapas - medidas terapêuticas, de conscientização e preventivas - para erradicar a disseminação da cólera.

Segundo a Organização Mundial da Saúde, a OMS, o número total acumulado de casos suspeitos de cólera de 1º de janeiro de 2018 a 21 de julho de 2019 é de 885.982, com 1.259 mortes associadas. Crianças menores de cinco anos representam 24,2 por cento do total de casos suspeitos durante 2019. A agência da ONU para a saúde pública global observou que o surto afetou 22 das 23 províncias e 301 dos 333 distritos no Iêmen.

Trad. por Nadia Allim.

https://wam.ae/en/details/1395302779631

WAM/Portuguese