Príncipe herdeiro de Dubai telefona aos astronautas dos Emirados e deseja sucesso

  • حمدان بن محمد يطمئن هاتفيا على تمام استعدادات رائدي الفضاء الإماراتيين المنصوري والنيادي
  • حمدان بن محمد يطمئن هاتفيا على تمام استعدادات رائدي الفضاء الإماراتيين المنصوري والنيادي
  • حمدان بن محمد يطمئن هاتفيا على تمام استعدادات رائدي الفضاء الإماراتيين المنصوري والنيادي
  • حمدان بن محمد يطمئن هاتفيا على تمام استعدادات رائدي الفضاء الإماراتيين المنصوري والنيادي
  • حمدان بن محمد يطمئن هاتفيا على تمام استعدادات رائدي الفضاء الإماراتيين المنصوري والنيادي
  • حمدان بن محمد يطمئن هاتفيا على تمام استعدادات رائدي الفضاء الإماراتيين المنصوري والنيادي

DUBAI, 10 de setembro de 2019 (WAM) - Em uma ligação telefônica com os astronautas dos Emirados, Hazza Al Mansoori e Sultan Al Neyadi, o príncipe herdeiro de Dubai, o Xeque Hamdan bin Mohammed bin Rashid Al Maktoum, disse que trouxe grande orgulho para a liderança e as pessoas dos Emirados Árabes Unidos.

Isso ocorre quando os astronautas entram em uma fase de isolamento de 15 dias em preparação para o lançamento na Estação Espacial Internacional em 25 de setembro. O estágio de isolamento é um passo importante para garantir o sucesso de uma missão espacial em que visa manter a segurança dos astronautas em um ambiente limpo, para evitar as doenças.

Durante a chamada, o Xeque Hamdan disse que os astronautas são o orgulho dos Emirados Árabes Unidos e seus esforços ajudarão o país a realizar uma conquista histórica no setor espacial. "Esta viagem histórica à Estação Espacial Internacional abrirá o caminho para uma nova revolução científica no mundo árabe. A conquista contribuirá para a visão de Sua Alteza Xeque Mohammed bin Rashid Al Maktoum, Vice-Presidente e Primeiro Ministro dos Emirados Árabes Unidos e Governante de Dubai, para reviver a gloriosa civilização do mundo árabe ".

O Xeque Hamdan agradeceu aos astronautas e às equipes de apoio por sua dedicação e comprometimento durante todo o projeto.

Os astronautas dos Emirados se despediram da capital russa Moscou na terça-feira pela cidade de Baikonur, no Cazaquistão, depois de concluir o treinamento no Centro de Treinamento de Cosmonautas de Pesquisa e Teste de Gagarin, na Rússia.

Uma cerimônia de despedida foi realizada no Centro Gagarin para os astronautas com a presença de Hamad Obaid Al Mansouri, Presidente do Centro Espacial Mohammed bin Rashid, MBRSC; Yousuf Hamad Alshaibani, Diretor Geral do MBRSC; e Salem Al Marri, Diretor Geral Assistente de Assuntos Científicos e Técnicos do MBRSC.

Hamad Al Mansouri, disse: "Estamos agora em um estágio importante que reflete os esforços da liderança sábia dos Emirados Árabes Unidos e de seu povo para realizar essa conquista notável para o país".

"Estamos realmente orgulhosos do que alcançamos. Hoje, Hazzaa Al Mansoori e Sultan Al Neyadi carregam as ambições do falecido Xeque Zayed bin Sultan Al Nahyan e renovam sua promessa à nossa liderança sábia de elevar a bandeira dos Emirados Árabes Unidos no espaço.Eu gostaria de agradecer a eles por nos deixarem orgulhosos e desejar tudo de bom ", continuou ele.

Yousuf Al Shaibani disse: "Estamos testemunhando um evento histórico que reflete a determinação dos Emirados Árabes Unidos em envolver a comunidade científica global em enriquecer a humanidade com novos resultados de experimentos científicos, que contribuem para a melhoria da vida humana".

"Após a conclusão bem-sucedida dos treinamentos e testes em Moscou, estamos totalmente confiantes e preparados para viajar para nossa primeira missão na ISS", acrescentou Al Shaibani.

Al Mansoori realizará 16 experimentos científicos em cooperação com as agências espaciais internacionais, incluindo o russo Roscosmos e a Agência Espacial Européia (ESA). Seis desses experimentos serão realizados a bordo do ISS para estudar DTI cerebral, Osteologia, controle motor, percepção do tempo em microgravidade, Fluidics (dinâmica de fluidos no espaço) e DNAm-Age.

A missão científica inclui experimentos envolvendo escolas nos Emirados Árabes Unidos como parte da iniciativa Ciência no Espaço do MBRSC. A primeira fase da iniciativa testemunhou a participação de quase 16 escolas dos Emirados Árabes Unidos, na presença de Al Mansoori. Essas experiências serão conduzidas em um ambiente de microgravidade a bordo da ISS e os resultados serão comparados com os realizados na Terra, para contribuir para apoiar o currículo dos Emirados Árabes Unidos com novos materiais científicos que serão o resultado do primeiro voo espacial humano dos Emirados Árabes Unidos.

A missão científica de Al Mansoori se enquadra no quadro de parcerias estratégicas com as principais agências espaciais globais, incluindo Roscosmos, Agência de Exploração Aeroespacial do Japão (JAXA), NASA e ESA.

Os dois astronautas chegarão hoje, 10 de setembro, em Baikonur, Cazaquistão, em preparação para o período de quarentena de 15 dias, antes do lançamento da missão espacial na ISS. Durante esse período, eles serão acompanhados por Saeed Karmostaji, gerente do escritório dos astronautas, e Dr. Hanan Al Suwaidi, cirurgião de vôo, que foi recentemente nomeado para este cargo por meio de uma parceria entre o MBRSC e a Universidade de Medicina e Saúde Mohammed Bin Rashid Ciências.

Durante esse período, a Agência Médico-Biológica Federal da Rússia (FBMA) é totalmente responsável por sua saúde e trabalhará para proteger os astronautas de doenças e impedir que eles se espalhem para a ISS.

O FBMA é responsável por impedir que os germes entrem em suas instalações terrestres e espaciais, além de implementar uma esterilização abrangente contra micróbios. As instalações e ferramentas utilizadas estão sujeitas a esterilização frequente, incluindo acomodações, ônibus e locais de treinamento.

Especialistas da FBMA estão constantemente colhendo amostras de laboratório de várias instalações e ferramentas para verificar a presença de germes e impedir que eles se desloquem para a espaçonave, a ISS e o espaço em geral.

Antes do lançamento, Al Mansoori se preparará para levar seus pertences pessoais, como fotos de família e algumas lembranças, além da bandeira e dos logotipos dos Emirados Árabes Unidos, usando códigos específicos, com o selo do MBRSC colocado sobre eles, em preparação para a colocação dentro do Soyuz MS-15.

Al Mansoori levará a bandeira dos Emirados Árabes Unidos feita de seda 100%, uma foto do falecido Xeque Zayed bin Sultan Al Nahyan com uma delegação de astronautas da Apollo, uma cópia do Alcorão Sagrado, 'Minha história' de Sua Alteza Xeque Mohammed bin Rashid Al Maktoum, vice-presidente e primeiro-ministro dos Emirados Árabes Unidos e Governante de Dubai, no qual o primeiro capítulo fala sobre a história do dia em que Sua Alteza anunciou o lançamento do Programa de Astronautas dos Emirados Árabes Unidos e o livro A corrida ao espaço, do MBRSC.

Trad. por Nadia Allim.

http://wam.ae/en/details/1395302785550

WAM/Portuguese