Atualização: Emirados Árabes Unidos condenam o plano de anexação de Netanyahu no vale do Jordão


ABU DHABI, 11 de setembro de 2019 (WAM) - Os Emirados Árabes Unidos expressaram sua forte condenação e rejeição categórica de um anúncio do primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu sobre a anexação planejada de terras da Cisjordânia ocupada a Israel no caso de uma vitória eleitoral.

O xeque Abdullah bin Zayed Al Nahyan, Ministro de Relações Exteriores e Cooperação Internacional, declarou que este anúncio representa uma escalada perigosa que viola todas as resoluções internacionais sem o menor respeito por sua legitimidade, minando as nobres intenções daqueles na comunidade internacional que trabalham em prol de uma resolução pacífica para a questão palestina.

Sua Alteza ressaltou que esta declaração ameaça minar décadas de esforços políticos da comunidade internacional para alcançar uma solução justa e justa para a questão palestina, enfatizando a centralidade do assunto para os árabes e os muçulmanos.

Sua Alteza afirmou a resposta acolhedora e imediata dos Emirados Árabes Unidos aos apelos do Reino da Arábia Saudita a convocar uma reunião de emergência da Organização de Cooperação Islâmica para discutir essa perigosa escalada e desenvolver um plano de ação urgente, acrescentando que o endereçamento desta declaração do PM Netanyahu é uma responsabilidade compartilhada que exige que a comunidade internacional tome as medidas necessárias contra esse desenvolvimento alarmante.

Trad. por Nadia Allim.

http://wam.ae/en/details/1395302785808

WAM/Portuguese