Emirados Árabes Unidos, Reino Unido, engajados no empoderamento das mulheres, para acabar com a violência sexual


ABU DHABI, 11 de setembro de 2019 (WAM) - Zaki Nusseibeh, Ministro de Estado, recebeu na quarta-feira Sophia Brecknell, vice-embaixadora britânica nos Emirados Árabes Unidos, na presença de Omar Saif Ghobash, ministro assistente de assuntos culturais.

Durante a reunião, realizada nas instalações do Ministério de Relações Exteriores e Cooperação Internacional, Nusseibeh elogiou as distintas relações entre os dois países e o desejo dos Emirados Árabes Unidos em impulsioná-las, especialmente no que diz respeito ao campo cultural.

Brecknell, por sua vez, elogiou o papel desempenhado pelos Emirados Árabes Unidos no apoio ao Programa Mulheres, Paz e Segurança e afirmou que os Emirados Árabes Unidos demonstraram interesse em vários fóruns internacionais, mais recentemente co-organizando o programa "Acabando com a sexualidade e o gênero". Violência em crises humanitárias "com a Noruega, em Oslo.

Ela também destacou o papel dos Emirados Árabes Unidos na elaboração da resolução da Assembléia Geral da ONU sobre o direito à educação das meninas, adotada em 2014, e destaca a importância do direito à educação.

O vice-embaixador também falou sobre a conferência de violência sexual a ser realizada em Londres de 18 a 20 de novembro de 2019, enfatizando sua importância. Ela também elogiou a participação dos Emirados Árabes Unidos e de vários países de todo o mundo para compartilhar seu trabalho, além de um foco especial no papel da juventude e dos governos.

. .

Nusseibeh reiterou o compromisso dos Emirados Árabes Unidos com o empoderamento das mulheres, apontando que os Emirados Árabes Unidos atribuem grande importância à proteção das mulheres em áreas de conflito. Ele acrescentou que um dos gestos lançados foi a iniciativa de S.A. Fatima bint Mubarak, Presidente da União Geral das Mulheres, Presidente do Conselho Supremo de Maternidade e Infância e Presidente Suprema da Fundação para o Desenvolvimento Familiar, no Afeganistão, para fabricar tapetes feitos e criar um mercado global para vender produtos para apoiar as mulheres afegãs.

A reunião contou com a presença de funcionários e representantes de ambos os lados.

Trad. por Nadia Allim.

https://wam.ae/en/details/1395302785795

WAM/Portuguese