Razan Al Mubarak é anunciada como candidata a presidente da União Internacional para a Conservação da Natureza


ABU DHABI, 12 de fevereiro de 2020 (WAM) -- A União Internacional para a Conservação da Natureza, a IUCN, anunciou que Razan Khalifa Al Mubarak, diretora-gerente do Fundo de Conservação de Espécies Mohamed bin Zayed e da Agência do Meio Ambiente – Abu Dhabi, tem sido escolhida como uma dos dois candidatos que concorrerão à eleição de presidente da União.

A seleção dos dois candidatos que se candidatarão à eleição presidencial foi feita em uma reunião do Conselho de Governadores da IUCN em Gland, Suíça. O processo eleitoral terá lugar em junho de 2020 em Marselha, França, no Congresso Mundial de Conservação da IUCN 2020.

Se Al Mubarak for eleita, ela será apenas a segunda mulher a liderar a IUCN em seus 72 anos de história. Ela também seria a primeira presidente do mundo árabe desde 1978.

Al Mubarak foi selecionada como candidata final à Presidência, com base na sua longa carreira e no seu impacto na conservação e na gestão ambiental, tanto no setor público como privado. O anúncio também fala do reconhecimento global da liderança dos EAU na conservação da natureza e no desenvolvimento sustentável em todo o mundo.

O Congresso Mundial de Conservação da IUCN é um evento que é realizado uma vez a cada quatro anos, quando todas as 1.400 organizações membros se reúnem, em parte, para votar em seu Conselho de Governo, incluindo o cargo de Presidente, que também tem um mandato de quatro anos.

A IUCN é a autoridade global sobre o status do mundo natural e as medidas necessárias para protegê-lo. A IUCN é composta por 1.400 organizações-membros, incluindo estados, agências governamentais e ONGs de 160 países. A União é governada da Suíça por um Conselho eleito de 40 membros, que é liderado por um presidente responsável pela implementação da visão global, missão e estratégia da IUCN.

Trad. por Nadia Allim.

http://wam.ae/en/details/1395302823313

WAM/Portuguese