EAU condenam assassinato de dois funcionários da ERC em Aden


ABU DHABI, 20 de março de 2020 (WAM) -- Os Emirados Árabes Unidos condenaram fortemente o assassinato de dois funcionários de ajuda humanitária do Crescente Vermelho dos Emirados (ERC) que operam em Aden, no Iêmen.

Em declaração na sexta-feira, o Ministério das Relações Exteriores e Cooperação Internacional ressaltou a total condenação dos Emirados Árabes Unidos a tais atos criminosos e sua rejeição categórica a todas as formas de violência e terrorismo com o objetivo de minar a segurança e a estabilidade, em contravenção a todos os valores e princípios humanos e religiosos.

O Ministério também expressou suas sinceras condolências às famílias das vítimas e ao Crescente Vermelho Emirados Árabes Unidos, reiterando que o fato de visar o pessoal de ajuda humanitária é uma violação flagrante de todos os tratados internacionais que garantem a proteção dos trabalhadores de socorro e dos esquadrões de resgate.

"O Ministério valoriza os esforços humanitários feitos pela Autoridade dos Emirados do Crescente Vermelho no Iêmen e em outras nações do mundo para fornecer todas as formas de ajuda e aliviar o sofrimento das famílias e indivíduos afetados", acrescentou a declaração.

Trad. por Nadia Allim.

http://wam.ae/en/details/1395302832020

WAM/Portuguese