Terça-feira 14 Julho 2020 - 11:47:48 am

Emirados Árabes Unidos registram redução de 30% nos níveis de Dióxido de Nitrogênio entre fevereiro e abril de 2020

  • 001 (2)
  • 001 (1)

DUBAI, 27 de maio de 2020 (WAM) -- O Ministério de Mudanças Climáticas e Meio Ambiente, MOCCAE, registrou uma queda notável na concentração de grandes poluentes atmosféricos devido às restrições de transporte que foram impostas para combater a disseminação da COVID-19.

Neste contexto, o MOCCAE reportou uma queda média de 30% nos níveis de dióxido de nitrogênio, NO2, nos Emirados Árabes Unidos entre 1º de fevereiro e 30 de abril de 2020.

Falando sobre os resultados, Aisha Al Abdooli, Diretora do Departamento de Desenvolvimento Verde e Assuntos Ambientais do MOCCAE, disse: "O Ministério monitora de perto a qualidade do ar no país através de suas 52 estações e laboratório de IA. Devido à desaceleração de todas as atividades como parte da resposta à pandemia, o mundo está vendo uma redução considerável na poluição do ar".

Ela acrescentou: "Os Emirados Árabes Unidos têm testemunhado uma queda na concentração de dióxido de nitrogênio, que é liberado no ar pelos veículos. O declínio variou entre diferentes áreas, variando de 10% a 71%. Em geral, a redução média no país, entre 1º de fevereiro e 30 de abril de 2020, foi de 30%".

De acordo com as leituras do MOCCAE, a qualidade do ar nos Emirados Árabes Unidos apresentou uma melhora notável em relação a 2019, como evidenciado pelo percentual de dias verdes - dias em que a concentração de poluentes do ar é baixa e a qualidade do ar é boa. Em 2019, o país experimentou 81% de dias verdes, contra 71% em 2018.

Em fevereiro de 2020, o MOCCAE publicou em seu site o primeiro inventário de emissões em nível nacional nos Emirados Árabes Unidos. Além disso, o Ministério completou o regulamento técnico dos sistemas de medição da qualidade do ar em colaboração com a Autoridade de Normalização e Metrologia dos Emirados Árabes Unidos, ESMA. O MOCCAE está atualmente desenvolvendo uma estratégia de qualidade do ar pós-2021.

Em paralelo aos esforços do Ministério para melhorar a qualidade do ar, Dubai tem feito grandes progressos nesta área. O emirado assinou a Declaração das Cidades do Ar Limpo C40 - um compromisso para reduzir drasticamente a poluição do ar até 2025.

Também lançou um plano para converter 50% de sua frota de táxis em veículos híbridos e elétricos até 2021, e substituir os ônibus públicos existentes por ônibus compatíveis com as normas Euro 5 e Euro 6, que otimizam o uso de energia e reduzem a emissão de carbono.

Outros passos relevantes incluem a adoção da Estratégia de Veículos de Baixas Emissões na capital dos EAU, o esforço do governo de Abu Dhabi para mudar seus veículos de gasolina para gás natural comprimido e a ligação da rede de monitoramento da qualidade do ar do município de Fujairah com instalações industriais.

Trad. por Nadia Allim.

https://wam.ae/en/details/1395302844856

WAM/Portuguese