Quarta-feira 25 Novembro 2020 - 6:19:08 pm

ADNOC, TOTAL assinam acordo sobre CCUS, projetos de redução de emissões e descarbonização


ABU DHABI, 12 de novembro de 2020 (WAM) -- A Abu Dhabi National Oil Company, ADNOC, assinou hoje um acordo de estrutura estratégica com a Total, para explorar oportunidades de parcerias conjuntas de pesquisa, desenvolvimento e implantação nas áreas de redução de emissões de CO2 e captura, utilização e armazenamento de carbono, CCUS, onde a ADNOC é líder do setor.

O acordo reúne os melhores da categoria em tecnologias de baixo carbono da ADNOC e da Total, e amplia a parceria e colaboração de longa data entre os dois principais produtores de energia ao longo de toda a cadeia de valor.

O acordo foi assinado pelo Dr. Sultan Ahmed Al Jaber, Ministro da Indústria e Tecnologia Avançada e Presidente do Grupo ADNOC, e Patrick Pouyanné, Diretor Executivo da Total.

Dr. Al Jaber disse: "Temos o prazer de fortalecer nossa parceria e aliança com a Total enquanto trabalhamos em direção a um futuro de baixo carbono. O acordo baseia-se em nossa meta de sustentabilidade de diminuir a intensidade de gases de efeito estufa (GHG) em 25% até 2030, e reforça o compromisso do ADNOC com a produção responsável de petróleo e gás à medida que cumprimos nossa estratégia de crescimento inteligente para 2030. Estamos ansiosos para aproveitar esta expertise e colaborar com a Total para continuar a pesquisa e desenvolver tecnologias de baixo carbono e oportunidades de crescimento sustentável".

Sob os termos do acordo, ADNOC e Total explorarão em conjunto as oportunidades para reduzir as emissões de CO2, melhorar a eficiência energética e usar energia renovável para operações de petróleo e gás. Na área de CCUS, as empresas continuarão a desenvolver pesquisas conjuntas em novas tecnologias que abrangem captura de carbono, soluções de armazenamento e projetos de recuperação de petróleo com base no uso de CO2.

Pouyanné comentou: "Estamos muito satisfeitos em iniciar esta nova cooperação com a ADNOC, nossa parceira de longo prazo nos Emirados Árabes Unidos. Esta iniciativa permitirá que as duas empresas unam forças em vários domínios, tais como a redução das emissões de carbono em instalações industriais, a melhoria da eficiência energética nas operações e o desenvolvimento de soluções inovadoras e modelos de negócios em direção à cadeia CCUS. Este é um exemplo perfeito do compromisso da Total de potencializar sua presença global e sua experiência para agir em direção a sua ambição de 2050 net-zero ao lado de seus parceiros-chave de longa data".

O potencial de colaboração na CCUS pela ADNOC e Total complementa o programa CCUS da ADNOC, que viu a empresa estabelecer as instalações Al Reyadah, a primeira instalação CCUS em escala comercial no Oriente Médio. Atualmente, a instalação tem capacidade para capturar 800.000 toneladas de CO2 anualmente. ADNOC planeja expandir em seis vezes a capacidade deste programa, capturando CO2 de suas próprias fábricas de gás, com o objetivo de atingir 5 milhões de toneladas de CO2 por ano até 2030 - o equivalente à capacidade anual de captura de carbono de mais de 5 milhões de acres de floresta.

Atualmente, a Total colabora com o ADNOC em toda a cadeia de valor, desde a exploração no mar e em terra, desenvolvimento e produção de petróleo e gás, até o processamento e liquefação de gás, comercialização de produtos, pesquisa e desenvolvimento, e desenvolvimento de Talentos Nacionais.

Trad. por Nadia Allim.

http://wam.ae/en/details/1395302885884

WAM/Portuguese