Segunda-feira 12 Abril 2021 - 10:52:25 pm

Masdar desenvolverá o primeiro projeto de energia solar em escala de uso baseado em investimentos estrangeiros no Azerbaijão


ABU DHABI, 7 de abril de 2021 (WAM) -- A Masdar anunciou a assinatura de acordos para desenvolver um projeto solar fotovoltaico (PV) em escala de uso na República do Azerbaijão. O projeto de 230 megawatts (MWac) é o primeiro projeto solar independente baseado em investimento estrangeiro estruturado como uma parceria público-privada.

Mohamed Jameel Al Ramahi, Diretor Executivo da Masdar, assinou o Acordo de Investimento para o projeto com Parviz Shahbazov, Ministro de Energia do Azerbaijão, e assinou um Acordo de Compra de Energia e Conexão de Transmissão com Baba Rzayev, Presidente da Azerenerji OJSC, a empresa nacional de energia elétrica e a empresa de fora do país para o projeto.

As assinaturas aconteceram durante uma cerimônia ontem no Escritório do Ministério de Energia em Baku, com a presença virtual do Dr. Sultan Ahmed Al Jaber, enviado especial dos EAU para a mudança climática, Ministro da Indústria e Tecnologia Avançada, e Presidente da Masdar, e Suhail Al Mazrouei, Ministro de Energia e Infra-estrutura dos EAU. Abdalla Alshamsi, Encarregado de Assuntos na Embaixada dos Emirados Árabes Unidos em Baku, também participou.

Parviz Shahbazov apreciou este projeto baseado no investimento estrangeiro em termos de enfrentar os desafios globais, o desenvolvimento sustentável e diversificado da economia do país, bem como os objetivos das reformas no setor energético.

Ele disse: "A transformação do Azerbaijão em um país de "crescimento verde" através do uso extensivo de fontes de energia renováveis nos próximos 10 anos tem sido definida por Ilham Aliyev, o Presidente da República do Azerbaijão, como uma das prioridades nacionais que assegurarão o desenvolvimento sócio-econômico. Ao assinar estes contratos para uma usina de energia solar no valor de cerca de US$ 200 milhões, estamos um passo mais perto de nossos objetivos de energia renovável e emissões de carbono. A usina de energia solar a ser instalada no distrito de Baku e Absheron produzirá cerca de 500 milhões de kWh de eletricidade anualmente, economizará 110 milhões de metros cúbicos de gás natural, reduzirá as emissões de carbono em 200.000 toneladas, criará novos empregos e atrairá outros investidores para novos projetos".

O Dr. Al Jaber disse: "Para os EAU, é importante que nossas ações sobre o clima sempre amplifiquem os esforços de outros em todo o mundo. Esta parceria com o Azerbaijão é uma grande oportunidade para potencializar nossas vontades coletivas sobre esta questão-chave para trabalhar no sentido de alcançar as metas climáticas globais, reduzindo os impactos ambientais e criando novos conhecimentos, habilidades e empregos".

Al Mazrouei disse: "Os acordos de marcos históricos de hoje intensificarão a cooperação entre a República do Azerbaijão e os Emirados Árabes Unidos no setor de energia renovável. O Azerbaijão e os Emirados Árabes Unidos, ambos signatários do Acordo de Paris, estão unidos em nosso compromisso de combater a mudança climática". Estamos ansiosos para trabalhar com o Azerbaijão em outras oportunidades de energia limpa no futuro".

O Presidente de Azerenerji OJSC destacou a importância dos projetos piloto de energia eólica e solar no curso da diversificação da produção de energia do Azerbaijão, que se tornou um exportador de eletricidade juntamente com a garantia de sua segurança energética, através de fontes renováveis de energia.

"De acordo com os acordos assinados, a conexão da usina de 230 MW a ser construída pela empresa à rede e a compra da eletricidade gerada na usina será realizada por Azerenerji OJSC", disse ele. "A usina será integrada ao sistema energético através da conexão com a subestação "Janub". Juntos alcançaremos a implementação oportuna e de alto nível destes acordos".

O CEO da Masdar disse: "Este projeto marca uma etapa significativa na transição de energia limpa do Azerbaijão". Masdar tem desempenhado um papel ativo na abordagem da mudança climática desde 2006 e hoje somos um catalisador de energia renovável em mais de 30 países em todo o mundo". Estamos honrados em trabalhar com o Governo da República do Azerbaijão neste projeto histórico, que ajudará o Azerbaijão a diversificar suas fontes de energia, impulsionar o desenvolvimento sustentável e reduzir as emissões".

O projeto inclui o desenvolvimento, financiamento, construção e operação da usina fotovoltaica de 230 MWac, a ser localizada nove quilômetros a noroeste do assentamento Alat, na República do Azerbaijão. A Masdar assinou o acordo de implementação do projeto em janeiro do ano passado. Espera-se que a usina entre em operação comercial no início de 2023.

O Azerbaijão tem como objetivo aumentar sua capacidade de energia instalada para 30% de fontes renováveis até 2030, já que o país procura diversificar sua economia e reduzir as emissões de gases de efeito estufa. O Azerbaijão tem um potencial de energia solar estimado em 23.040 MW, de acordo com a Agência Internacional de Energia Renovável (IRENA). O projeto ajudará a gerar meio bilhão de quilowatt-hora de eletricidade anualmente, o suficiente para atender às necessidades de mais de 110.000 casas, e reduzirá as emissões em 200.000 toneladas por ano.

Trad. por Nadia Allim.

http://www.wam.ae/en/details/1395302925071nt#

WAM/Portuguese