Segunda-feira 28 Novembro 2022 - 4:37:43 pm

DP World e Autoridade Portuária Saudita anunciam parceria para estabelecer o Parque Logístico Jidá

  • موانئ دبي العالمية "دي بي ورلد" والهيئة العامة للموانئ السعودية تبرمان شراكة استراتيجية جديدة لإنشاء منطقة لوجستية في جدة
  • موانئ دبي العالمية "دي بي ورلد" والهيئة العامة للموانئ السعودية تبرمان شراكة استراتيجية جديدة لإنشاء منطقة لوجستية في جدة
  • موانئ دبي العالمية "دي بي ورلد" والهيئة العامة للموانئ السعودية تبرمان شراكة استراتيجية جديدة لإنشاء منطقة لوجستية في جدة

DUBAI, 19 de junho de 2022 (WAM) -- Em uma ação que destaca os profundos vínculos e o fortalecimento dos laços entre os Emirados Árabes Unidos e a Arábia Saudita, ressaltando a vontade de Dubai de compartilhar seus conhecimentos e experiência para impulsionar o desenvolvimento regional, a DP World e a Autoridade Portuária Saudita (Mawani) assinaram um acordo de 30 anos para construir um parque logístico de última geração, centrado no Porto Islâmico de Jidá.

O acordo, com um valor de investimento de mais de AED490 milhões (US$133,4 milhões), visa estabelecer um parque logístico de 415 mil metros quadrados com uma capacidade de depósito de contêineres em terra de 250 mil TEUs (unidade equivalente a 20 pés) e um espaço de armazenamento de cem mil metros quadrados. Futuras expansões podem aumentar o espaço de armazenamento para duzentos mil metros quadrados.

O acordo foi assinado sob o amparo do Eng. Saleh bin Nasser Al-Jasser, ministro de Transportes e Serviços Logísticos da Arábia Saudita e diretor da Mawani. A cerimônia de assinatura contou com a presença de Omar Bin Talal Hariri, presidente da Mawani, Xeque Nahyan bin Saif Al Nahyan, embaixador dos Emirados Árabes Unidos no Reino da Arábia Saudita, Sultan Ahmed Bin Sulayem, presidente do grupo e CEO da DP World, Mohammad Alshaikh, CEO da DP World Arábia Saudita, e uma delegação de altos funcionários do governo saudita, assim como representantes da equipe de liderança da DP World.

O parque logístico construído propositadamente expandirá a pegada regional da DP World e trará soluções logísticas pioneiras para a Arábia Saudita. O parque centrado no porto impulsionará as atividades de reexportação do Porto Islâmico de Jidá e reduzirá o tempo e o custo da logística para importadores e exportadores. Ele fornecerá uma plataforma de serviços integrados que ligará as operações portuárias com atividades de última milha. Também oferecerá processamento, etiquetagem, cumprimento, consolidação, desconsolidação e armazenagem com temperatura controlada para a carga.

Sultan Ahmed Bin Sulayem, presidente do grupo e CEO da DP World, disse: "Estamos orgulhosos e honrados de contribuir efetivamente para a realização da Visão Saudita 2030. A estrutura estratégica da Visão 2030 inclui o desenvolvimento de um ecossistema de transporte marítimo próspero e sustentável que apoia as ambições socioeconômicas do Reino e consolida seu status como um centro logístico global. Nesta ocasião, reiteramos nosso compromisso de investir na modernização desta instalação, fornecendo os mais altos padrões de serviços de logística e soluções comerciais capacitadas para a tecnologia. Estamos confiantes de que o marco de hoje contribuirá para aumentar os níveis de eficiência e produtividade e criar novos empregos".

Bin Sulayem acrescentou: "estamos comprometidos em melhorar o papel e o status do Porto Islâmico de Jidá, que está estrategicamente localizado no Mar Vermelho e que tem historicamente desempenhado um papel fundamental para facilitar o movimento do comércio entre o Oriente e o Ocidente". Seguiu dizendo que, "como fornecedor de soluções ponta a ponta na cadeia de abastecimento, uma parte fundamental de nossa estratégia é a de empacotar serviços logísticos para nossos clientes e preencher as lacunas existentes no mercado. Instalações como este parque logístico nos permitirão fazer incursões mais profundas no Reino, ampliando nossa colaboração com os principais fornecedores de serviços logísticos".

Omar Hariri, presidente da Mawani, afirmou que "o parque fornecerá serviços eletrônicos avançados e ecológicos, integrando as operações do Terminal de Contêineres Sul com o novo parque logístico. A iniciativa da Autoridade de desenvolver um parque logístico holístico aumentará a competitividade do Porto Islâmico de Jidá. E contribuirá também para aumentar a quantidade de mercadorias transbordadas em linha com a estratégia nacional de transporte e serviços logísticos".

Declarou ainda que "esta parceria conectará as operações do porto ao novo parque logístico para oferecer serviços logísticos de ponta a ponta com alta eficiência" e que ela "também nos ajudará a expandir ainda mais nossa colaboração com os principais prestadores de serviços logísticos, melhorar as operações de reexportação e cortar os custos dos serviços logísticos para fornecer os melhores serviços da categoria aos interessados e investidores".

A DP World assinou um novo acordo de concessão com a Mawani em abril de 2020 para continuar operando e gerenciando o Terminal de Contêineres Sul no Porto Islâmico de Jidá por 30 anos, se comprometendo a investir mais de AED2,94 bilhões (US$800 milhões) para expandir e modernizar o terminal. O projeto de reforma será realizado em quatro fases e será concluído até 2024. E terá atualizações de infraestrutura, incluindo a ampliação da profundidade do calado e do cais, a instalação de equipamentos e tecnologias avançadas, programas de automação e digitalização e iniciativas de descarbonização. Uma vez concluído, o terminal reformado aumentará a capacidade de movimentação de contêineres do Porto Islâmico de Jidá dos atuais 2,5 milhões de TEUs para quatro milhões de TEUs. E melhorará o status do porto como um importante centro comercial e logístico na costa do Mar Vermelho.

trad.nadia allim.

wam.ae/en/details/1395303058869

WAM/Portuguese