Segunda-feira 05 Dezembro 2022 - 2:16:18 am

COP28 será o evento mais importante dos Emirados Árabes Unidos em 2023, diz Mohammed bin Rashid

  • محمد بن راشد: استضافة الإمارات "COP28" ستكون الحدث الأبرز للدولة في 2023 .. ولدينا ثقة بأن الإمارات ستقوم بتنظيم أنجح مؤتمر بيئي عالمي
  • محمد بن راشد: استضافة الإمارات "COP28" ستكون الحدث الأبرز للدولة في 2023 .. ولدينا ثقة بأن الإمارات ستقوم بتنظيم أنجح مؤتمر بيئي عالمي
  • محمد بن راشد: استضافة الإمارات "COP28" ستكون الحدث الأبرز للدولة في 2023 .. ولدينا ثقة بأن الإمارات ستقوم بتنظيم أنجح مؤتمر بيئي عالمي
Vídeo Imagem

ABU DHABI, 22 de novembro de 2022 (WAM) -- Mohammed bin Rashid Al Maktoum, vice-presidente e primeiro-ministro dos EAU e governante de Dubai, disse que a COP28 será o evento mais importante sediado pelo país em 2023. A declaração foi feita durante as Reuniões Anuais do Governo dos Emirados Árabes Unidos, que revisaram a importância de os Emirados Árabes Unidos sediarem a 28ª Conferência das Partes (COP28) da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (UNFCCC). Várias autoridades e integrantes do governo dos Emirados participaram da sessão.

Nela, Dr. Sultan bin Ahmed Al Jaber, ministro da Indústria e Tecnologia Avançada e enviado especial dos Emirados Árabes Unidos para as Mudanças Climáticas, destacou a importância dos Emirados Árabes Unidos sediarem o evento. Dr. Al Jaber agradeceu a visão da liderança dos Emirados Árabes Unidos e salientou o legado do pai fundador, o falecido Zayed bin Sultan Al Nahyan, na promoção do desenvolvimento sustentável e proteção ambiental. Al Jaber disse que a determinação dos Emirados Árabes Unidos, suas fortes relações diplomáticas com nações globais e posição pragmática sobre ação climática, sustentada por experiência comprovada nos setores de energia e sustentabilidade, levaram a nação a garantir o consenso internacional em 2021 para sediar a COP28 em 2023. “O falecido Xeique Zayed lançou as bases da sustentabilidade ambiental e da ação climática que construímos nas últimas décadas. Hoje, temos um histórico comprovado de redução de emissões, acelerando o crescimento da energia renovável e permitindo a transição energética”, disse Dr. Al Jaber. Ele também forneceu exemplos das conquistas dos Emirados Árabes Unidos ao longo dos anos, incluindo a interrupção da queima de gás desde a década de 1970 sob as diretrizes do falecido Zayed.

Dr. Al Jaber lembrou que, liderada pela visão e diretrizes do presidente Mohamed bin Zayed Al Nahyan, a Masdar foi lançada em 2006 como a primeira iniciativa de sustentabilidade e energia renovável da região. Atualmente, a Masdar tem implementado vários projetos de energia limpa globalmente, incluindo um projeto de dessalinização movido à energia solar, bem como um projeto para estudar a viabilidade de turbinas de vento de baixa velocidade. O ministro disse que a primeira fase do ‘Sheikh Mohammed bin Rashid Al Maktoum Solar Park’ foi lançada em 2013, outra prova do compromisso do país em promover a energia renovável. E destacou que os Emirados Árabes Unidos foram o primeiro país da região a ratificar o Acordo de Paris e a anunciar uma iniciativa estratégica para atingir o Net Zero até 2050.

O enviado especial salientou ainda que os Emirados Árabes Unidos investiram mais de US$ 50 bilhões em projetos de energia limpa em 70 países, incluindo 40 nações em desenvolvimento, e que, recentemente, anunciaram a Parceria EAU-EUA para Acelerar a Transição para Energia Limpa (PACE). O projeto catalisará US$ 100 bilhões em financiamento, investimento e outros apoios e implantará 100 gigawatts de energia limpa globalmente.

“A COP é uma plataforma política, econômica, científica e social global para alcançar compromissos para reduzir o impacto da mudança climática por meio de negociações e avaliar o progresso na ação climática”, disse Dr. Al Jaber. Ele acrescentou que 27 Conferências das Partes foram realizadas até agora, incluindo a COP21, que foi um momento marcante que testemunhou o marco do Acordo de Paris. O ministro também enfatizou que os Emirados Árabes Unidos estão comprometidos com o avanço da ação climática com base nos resultados das cúpulas anteriores, incluindo a COP27 em Sharm El Sheikh, que fez progressos significativos em muitas áreas, incluindo o acordo histórico para estabelecer um “Fundo de perdas e danos”, o lançamento do programa de trabalho ‘Just Energy Transition in the Energy Sector’ e muitos outros.

Dr. Al Jaber lembrou que a COP28, que será realizada nos Emirados Árabes Unidos em 2023 na Expo City Dubai, será um importante evento global que coincidirá com o Dia Nacional dos Emirados Árabes Unidos, acrescentando que o evento receberá a participação de alto nível, incluindo mais de 140 chefes de estado e líderes governamentais, mais de 80 mil participantes e mais de cinco mil profissionais de mídia. Afirmou ainda que a COP28 é de particular importância, pois marca a conclusão do primeiro Balanço Global, uma avaliação abrangente do progresso feito com base nas metas do Acordo de Paris.

Sobre a situação dos Emirados, defendeu que o país se concentrará em encontrar soluções práticas que garantam a segurança energética enquanto reduz as emissões, acrescentando que a responsabilidade de liderar as negociações inclui o compromisso de ser um interlocutor neutro e independente para todas as nações.

Perto de encerrar, Al Jaber declarou que sediar a COP28 é uma oportunidade significativa para os Emirados Árabes Unidos obterem benefícios políticos e econômicos para o país, a região e o mundo, incluindo encontrar soluções realistas, práticas e pragmáticas para acelerar a transição energética global. Ele destacou o papel dos Emirados Árabes Unidos na construção de pontes para promover os esforços globais que apoiarão o Sul Global e os países mais vulneráveis.

Concluindo sua apresentação, o ministro reiterou que o sucesso da COP28 é uma responsabilidade nacional e estendeu um convite aberto ao governo e ao setor privado, bem como a todos os segmentos da sociedade para se unirem em solidariedade para sediar um evento global bem-sucedido e inclusivo.

 

https://wam.ae/en/details/1395303104709

 

Nadia Allim/