Terça-feira 18 janeiro 2022 - 5:38:50 pm

EAU condenam acto de pirataria do Houthi contra navio de carga civil com bandeira dos EAU no Mar Vermelho


NOVA YORK, 13 de Janeiro de 2022 (WAM) -- Os EAU condenaram a apreensão por parte dos Houthis de um navio de carga civil com bandeira dos EAU no Mar Vermelho como um acto de pirataria durante uma reunião do Conselho de Segurança das Nações Unidas sobre a situação no Médio Oriente.

O navio de carga civil, conhecido como RWABEE, foi apreendido pelos Houthis a 3 de Janeiro. Vários membros do Conselho de Segurança também condenaram a apreensão do navio durante a reunião. Numerosos países e organizações emitiram declarações condenando a apreensão do RWABEE por parte dos Houthis.

"Condenamos, nos termos mais veementes, o acto de pirataria dos Houthi contra o navio de carga civil 'RWABEE' ao largo do porto de Hodeidah", disse Lana Nusseibeh, Representante Permanente dos EAU junto da ONU. "Esta é uma escalada perigosa contra a segurança da navegação marítima no Mar Vermelho". Requer a adopção de uma posição firme por parte do Conselho de Segurança. Agradecemos a todos os países que emitiram declarações condenando este acto de pirataria".

A Embaixadora Nusseibeh salientou que não será possível fazer progressos para pôr fim à crise no Iémen enquanto as milícias Houthi não cessarem as hostilidades e as repetidas violações contra o povo iemenita. Ela também condenou veementemente a tentativa dos Houthis de atingir o território do Reino da Arábia Saudita utilizando drones e mísseis balísticos como uma violação flagrante do direito internacional.

A Embaixadora Nusseibeh realçou ainda a importância de os iemenitas se unirem para chegar a um consenso, unificando o povo iemenita em conformidade com o Acordo de Riade, e dando prioridade ao interesse nacional do Iémen para servir as aspirações do seu povo.

Saudou igualmente os recentes esforços do governo iemenita para melhorar a economia e notou que os EAU esperam desenvolver soluções que contribuam para o progresso da economia.

A Embaixadora Nusseibeh apelou também à intensificação dos esforços internacionais para responder às necessidades humanitárias do povo iemenita.

Trad. por Nadia Allim.

wam.ae/en/details/1395303010633

WAM/Portuguese