Segunda-feira 03 Outubro 2022 - 12:52:10 pm

Os EAU visam aumentar o tamanho da economia de AED1,4 trilhões para AED3 trilhões até 2030: Abdullah Al Marri

Vídeo Imagem

SHARJAH, 24 de fevereiro de 2022 (WAM) -- Abdullah bin Touq Al Marri, Ministro da Economia, disse que o objetivo dos EAU é aumentar o tamanho de sua economia de AED1,4 trilhões para AED3 trilhões até 2030.

Este objetivo exige a adoção de novas estratégias de diversificação econômica, além de apoiar novos setores econômicos, incluindo a adoção da Quarta Revolução Industrial e o emprego de tecnologias avançadas para avançar a economia nacional, aumentar as capacidades de pesquisa, assegurar as indústrias futuras e incentivar os investimentos estrangeiros diretos (IED), acrescentou ele.

Ele fez esta declaração durante a assinatura de um Memorando de Entendimento (MoU) entre o Ministério da Economia e o Escritório de IED Sharjah (Invest in Sharjah) para promover a cooperação, como parte da primeira edição da Investopia Investment Summit, que acontecerá em 28 de março.

Em 2020, os Emirados Árabes Unidos atraíram FDIs no valor de cerca de US$ 20 bilhões, um aumento de 17% em relação a 2019, acrescentou ele. Os Emirados Árabes Unidos ocuparam a 15ª posição mundial e o primeiro lugar, no Oriente Médio, Norte da África e Oeste da Ásia em termos de fluxos de investimento no Relatório de Investimento Mundial 2021 da Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD).

Ele também disse que os EAU ficaram em 13º lugar na classificação mundial em termos de investimentos estrangeiros, destacando que o seu objetivo é atrair investimentos estrangeiros no valor de AED550 bilhões (US$ 150 bilhões) nos próximos anos.

O acordo foi assinado por Abdulla Al Saleh, Subsecretário do Ministério da Economia, com a presença de Abdullah bin Touq Al Marri, Ministro da Economia; e Mohamed Juma Al Musharrakh, Diretor Executivo do escritório de IDE de Sharjah (investir em Sharjah), em presença de Marwan Bin Jassim Al Sarkal, Presidente Executivo da Sharjah Investment and Development Authority (Shurooq).

Comentando sobre a parceria, Abdulla Al Saleh, "Em linha com a visão e 'Princípios dos 50', Investopia é a primeira plataforma que unifica todas as oportunidades de investimento nacional e projetos de desenvolvimento de todos os sete emirados. Assim, este Memorando de Entendimento com Sharjah FDI reflete o sexto princípio dos Princípios dos 50 sobre os Emirados Árabes Unidos como um destino econômico, um destino turístico, um destino industrial, um destino de investimento e um destino cultural".

Abdulla Al Saleh adicionou que a última parceria com Sharjah FDI é uma das várias parcerias vitais que a Cúpula iniciará durante a próxima fase, o que leva a discussões mais ricas e diversificadas sobre soluções para os desafios enfrentados pelas economias do mundo.

Por sua vez, Mohamed Juma Al Musharrakh, disse: "Ter uma sessão especial para Sharjah dentro da Cúpula de Investopia confirma a posição do emirado como um destino atraente para investimentos estrangeiros e locais e um ambiente amigável para o empreendedorismo, projetos e startups na região. A sessão discutirá as promissoras oportunidades de investimento em Sharjah, que alcançou grandes sucessos em termos de diversificação dos setores econômicos e sustentação de seu crescimento e estabeleceu um modelo avançado de desenvolvimento abrangente em suas dimensões econômicas e sociais".

Al Musharrakh acrescentou: "Este acordo com o Ministério da Economia reflete a abordagem prospectiva e sábia de todas as instituições dentro dos Emirados Árabes Unidos sobre o futuro da economia nacional e como melhorar seus fatores de crescimento e competitividade à luz das mudanças que a economia mundial testemunhou durante os dois anos".

Os Emirados Árabes Unidos organizarão e sediarão a primeira edição da cúpula da Investopia em 28 de março de 2022 ao lado da Expo 2020 Dubai. É uma das principais iniciativas estratégicas no âmbito dos "Projetos dos 50" anunciados pelo governo dos Emirados Árabes Unidos no ano passado.

A edição inaugural da Cúpula testemunhará a participação de intelectuais e especialistas da indústria, assim como funcionários do governo, investidores institucionais, líderes de start-ups e PMEs, empreendedores sociais e outras partes interessadas para compartilhar idéias, criar oportunidades e promover investimentos futuros em todo o mundo.

Trad. por Nadia Allim.

wam.ae/en/details/1395303024109

WAM/Portuguese